[ editar artigo]

Troque suas cartas!

Troque suas cartas!

 

Você chegou até aqui assim. Mas...é assim que você QUER seguir em frente?

Muitas vezes agimos como se tivéssemos recebido algumas cartas de baralho, e elas fossem tudo com o que pudéssemos jogar “o jogo da vida”. O fato é que sim, nós passamos por algumas experiências, temos nossas referências durante a vida, recebemos e construímos valores que nos ajudam a formar quem somos. Mas UM UNIVERSO de possibilidades se abre quando entendemos que isso não precisa determinar o nosso destino.

Nós podemos amar o que construímos até aqui, e também podemos querer mais, querer diferente.

  • Você PODE dizer “não” e continuar sendo amado(a) e respeitado(a) apesar de ter aprendido a agradar e sempre dizer “sim” com um sorriso no rosto.
     
  • Você PODE não assumir um cargo de liderança porque gosta da parte técnica do que você faz e ser feliz assim, apesar de o comportamento padrão dizer que o que importa é status.
     
  • Você PODE construir uma relação com base sólida e conversas francas, apesar de ter aprendido que é melhor evitar conversas difíceis.
     
  • Você PODE ousar e construir os teus sonhos, apesar de o medo dizer que é melhor baixar a cabeça e focar no que é garantido.
     
  • Você PODE se fortalecer  e aprender a compartilhar os tes sentimentos com quem merece a tua confiança, apesar de por muito tempo ter acreditado que emoção a gente deve esconder.
     
  • Você como líder de uma equipe PODE compartilhar falhas, dúvidas e pedir ajuda quando preciso, apesar de ter sido ensinado que líder é quase como um ser encantando, que não erra, não tem dúvidas, não precisa de apoio nunca.
     
  • Você PODE pedir desculpas e continuar sendo uma pessoa admirável e tendo autoconfiança, apesar de ter entendido que pedir desculpas é motivo de vergonha ou um ato de fraqueza.

Você PODE muita coisa.
Então agora reflita, quais sonhos você gostaria de realizar? Quem já realizou algo parecido e você pode se inspirar, conversar a respeito dos desafios, pedir dicas?
Quais comportamentos seus você gostaria de olhar com mais carinho, porque sabe que eles não te trazem tantos benefícios assim?
O que você quer construir de forma diferente a partir daqui e quais competências precisa desenvolver pra aumentar as chances de dar certo?
Quais medos você vai precisar encarar e seguir de mãos dadas com eles?
Onde você pode ampliar tuas referências?
Quem pode te apoiar nesta jornada?

Pare, reflita, construa tuas estratégias, tenha por perto aliados, dê um primeiro passo. Troque suas cartas, crie novas.

Você não precisa ser refém de escolhas passadas, você pode fazer novas escolhas todos os dias 😉

Consciência Emocional
Ler conteúdo completo
Indicados para você